Tratamento Hérnia de Disco e Dor Ciática - Terapia Mecânica Descompressiva e Diagnóstica


Tratamento sem cirurgia mais eficaz para Hérnia de disco Cervical e Lombar e Dor Ciática segundo a Literatura científica

Dr. Eduardo Magalhães recebe reconhecimento internacional pelos resultados no Tratamento de Hérnia de disco e Dor Ciática. Clínica referência no tratamento de coluna na América Latina.
Local: México 2016


Importante você saber: Em toda Europa e Estados Unidos é proibido operar pacientes com hérnia de disco cervical ou lombar e dor ciática se o paciente não realizar o tratamento pelo especialista do Método: Terapia Mecânica e Diagnóstica da Coluna. Este dado é instituído nestes países devido aos resultados clínicos altamente relevantes comparado aos outros tratamentos.

Dr. Eduardo Magalhães é um dos poucos no Brasil especializado e habilitado pela excelência na capacidade de relocar o conteúdo do disco com hérnia através de movimentos específicos, promovendo a cicatrização em posição de descompressão.


Ligue agora e agende sua consulta. Livre se das dores e
remédios (11) 5539-1770 - Clinica


Dr. Eduardo Magalhães fala na TV sobre o método que chama atenção de todo o Brasil pelos resultados não cirúrgicos e satisfação plena dos pacientes com problemas de coluna


Dr. Eduardo Magalhães e Dr. Sylvio Noronha Sacramento recebem no Brasil o jogador de futebol elber (no centro da foto) para tratamento do tornozelo, 2008. Ex-jogador do Bayern de Munique (Alemanha), Stuttgart (Alemanha) e Lyon (França).

Dr. Eduardo Magalhães recebeu em 2012 o reconhecimento internacional: International Health Professional of the Year 2012. Reconhecimento pelo trabalho qualificado e pesquisas clinicas na área de fisioterapia. Um grande marco para fisioterapia brasileira. TOP 100 dos profissionais de todo mundo.

Em 2011, Dr. Eduardo Magalhães é convidado para ser Membro Editorial da Revista Internacional “World Journal of Orthopedics”, revista de publicações científicas. Dr. Eduardo revisa mensalmente trabalhos científicos na área de fisioterapia e cirurgia ortopédica previamente a publicação.

O QUE É TERAPIA MECÂNICA E DIAGNÓSTICA DA COLUNA VERTEBRAL

Tratamento Exclusivo e os 10 Pilares que fundamentam a eficácia da técnica em todo o Mundo

Alívio IMEDIATO da dor devido ao reposicionamento do conteúdo extravasado do disco cervical ou lombar;

Tratamento NÃO CIRÚRGICO mais recomendado pelos especialistas de coluna em todo o mundo

DIAGNÓSTICO PRECISO do causador da dor. Intervenção indolor e imediata na causa

RETORNO RÁPIDO ao esporte e atividades do cotidiano;

POUCAS SESSÕES – Tratamento rápido devido a eficácia

Método indicado para TODAS IDADES: do adolescente ao idoso

Aprenda o AUTO TRATAMENTO – você não pode ser dependente de medicações e profissionais da área da saúde

Aprenda a PREVINIR CRISES (aprenda técnicas de manutenção do bom posicionamento do disco)

Diminuição dos CUSTOS ao paciente e aumento da EFICÁCIA dos resultados para dor aguda e crônica

DOMÍNIO E CONHECIMENTO PLENO do paciente sobre como tratar e prevenir novas crises de dor. INDEPENDÊNCIA

Como funciona o tratamento mecânico de coluna utilizada pelo Dr. Eduardo Magalhães:

ETAPA 1. Avaliação detalhada do fator causal da dor crônica ou aguda na coluna e nervo ciático. Se for realmente o disco com hérnia ou protrusão o causador da dor (85% dos casos), a terapia mecânica será realizada e sua dor resolvida rapidamente. Nesta etapa inicial, Dr. Eduardo não olhará somente exames e sim diagnosticará e iniciará a descompressão do nervo cervical ou lombar.

O paciente notará uma melhora extremamente significante dos sintomas relatados já na avaliação inicial.
Após a descompressão, é realizado uma bateria de orientações para que o paciente mantenha alguns padrões de movimentos evitando que disco relocado não extravase novamente, priorizando o processo de cicatrização da lesão.

Figura. 2: Exemplo de uma das técnicas para alívio imediato da dor. São mais de 12 movimentos mecânicos descompressivos. Cada paciente tem as suas especificamente.

ETAPA 2. Nesta etapa é o retorno do paciente. Esta fase é realizado ajustes para resolução da dor residual (dor final de pequena intensidade), ou seja, o Dr. Eduardo avalia os pequenos ajustes que deverá realizar para que o paciente restitua a função completa da coluna.

ETAPA 3. Após o alívio da dor e movimentos restaurados, realizamos os exercícios de estabilização da coluna. Iniciamos a contração de músculos internos os quais são cientificamente comprovados que protegem e previnem crises recorrentes da dor na coluna. Este trabalho é feito para coluna lombar assim como para coluna cervical.
Nós utilizamos aparelho de última geração que identifica a contração destes músculos profundo. Veja a figura abaixo.


Paciente realizando a contração dos músculos lombares que se inserem no local da lesão, promovendo estabilidade ao segmento comprometido

Veja abaixo também um breve relato de como é feita as orientações e inicio de alguns outros exercícios nesta fase. Lembrando que nesta etapa, o paciente já está com suas dores 90% melhor.



Demonstração breve do trabalho de orientação e fortalecimento nesta fase. Programa Você Bonita: TV Gazeta 2017

ETAPA 4. Após o início da estabilização local da coluna e o paciente evoluindo bem, é realizado um treinamento supervisionado pelo Dr. Eduardo de fortalecimento das musculaturas atrofiadas dos membros superiores ou inferiores causado pela dor intensa do nervo.

Previamente a elaboração de um programa de fortalecimento, é realizado um teste de força muscular para comparar e checar se de fato existe uma fraqueza muscular no membro acometido e quais músculos estão acometidos. Então, a partir disto, é elaborado um programa específico de fortalecimento muscular para prevenir recidivas de crises e corrigir sequelas de força decorrentes da dor intensa irradiada.



Exemplo de teste de força dos braços para avaliar sequela de força em casos de Hérnia de Disco Cervical com irradiação para o braço



Conheça um pouco da nossa infraestrutura da clínica para fortalecimento muscular. Aparelhos completos e modernos. Paciente é ensinado e treinado para posteriormente fazer sozinho perto da sua casa ou trabalho. Assim o paciente já se torna confiante e bem orientado a manter os exercícios sem supervisão.



Nesta fase o paciente também é treinado e capacitado para realizar os movimentos para alivio das dores esporádicas, os mesmos que aliviaram a dor aqui na clínica. Ou seja, o paciente aprende o auto tratamento mecânico da coluna (exercícios domiciliares e ergonômicos) e evita dores crônicas recorrentes.

ETAPA 5. O paciente fica satisfeito com os resultados, pois tem uma coluna sem sintomas e bem fortalecida, recebe uma lista de exercícios domiciliares de coluna e retorna a prática esportiva ou atividades ocupacionais sem crises de dor.

Tratamento rápido entre 4 a 8 sessões (dependendo de cada caso) sendo que na primeira sessão a alívio é extremamente significante.

Chega de tomar remédios e volte às suas atividades rotineiras e esportivas quanto antes.

SERÁ QUE VOCÊ SE BENEFIARÁ COM ESTE MÉTODO?


Caso você se enquadre em pelo menos 2 itens abaixo, você tem 90% de chance de ser bem-sucedido no tratamento.

• Sua dor às vezes está na coluna, e às vezes no glúteo e vice-versa?
• Sua dor às vezes está no pescoço, às vezes no ombro e braço?
• Você sente incômodo dormindo? Rola na cama querendo encontrar uma posição confortável para a coluna?
• Tem dificuldades ou dor ao levantar da cama, porém, a dor vai melhorando depois de aproximadamente 2 horas?
• Sente dor quando fica sentado na frente do computador por longos períodos?
• Sente dor durante ou após algumas atividades do cotidiano como, varrer, digitar por longos períodos, agachar, pegar algo dobrando a coluna para frente, sentado na cadeira ou sofá por longos períodos?




Ligue e converse diretamente com Dr. Eduardo Magalhães para receber melhores esclarecimentos (11) 5539-1770.

Leia o Texto Completo Sobre Sua Dor! Será muito esclarecedor. Leia até o fim e entenda porque você não melhorou até hoje!

Leia o Texto Completo Sobre Sua Dor!

Dados científicos comprovam que grande percentual da população apresenta lesões teoricamente importantes na coluna (hérnia de disco, protrusões, osteoartrose, espondilolistese), porém, praticam esportes de alto rendimento sem qualquer histórico de dor.

Portanto, não encare estas alterações de coluna como doenças incapacitantes, e sim, encare como uma lesão mal tratada, entenderam?

Algumas perguntas eu tenho certeza que vocês se fazem diariamente:

1. “Porque não melhora definitivamente minha dor nas costas se já tomei muitos antiinflamatórios que meus médicos indicaram?”

2. “Por que não melhoro fazendo a fisioterapia convencional com alongamentos dos músculos da coxa, coluna e aparelhos fisioterápicos que meu médico indicou?”

A resposta é muito simples: Porque a dor crônica (muito tempo) na coluna, seja de hérnia, protusões ou má postura, não é de origem inflamatória e sim por sobrecarga (dor mecânica) nos ligamentos, músculos, articulações e principalmente nos discos da coluna vertebral. Portanto, se não resolver a alteração mecânica da coluna (fig. 1 e 2) você terá sempre dor local e/ou irradiada (dor que vai para os braços, glúteos e/ou pernas).

As alterações de discos da coluna (hérnias e protrusões) somente causam dores persistentes se o fator causal não é resolvido”, ou seja, a compressão do disco. Os estudos mostram que o disco se move para frente quando colocamos a coluna para trás e vice-versa.

Ou seja, dependendo da má postura mantida no trabalho e no cotidiano, a compressão do disco não diminuirá e sua dor tende a piorar ainda mais.

(Confira no vídeo abaixo, uma ressonância dinâmica da coluna cervical demonstrando que dependo da postura, seu disco intervertebral comprime ou não os nervos – veja a seta da imagem. O mesmo ocorre para coluna lombar! Continue lendo o texto depois da demonstração do vídeo)

fig. 1: Alteração mecânica (Compressão da hérnia na raiz do nervo – Veja a seta na figura)



fig. 2: Ressonância magnética demonstrando a presença da hérnia nível L4-L5 e L5-S1 (alteração mecânica da coluna, veja o destaque em amarelo)


A mensagem que gostaria de deixar para vocês pacientes:

  • Sem perceber ou mesmo sem ter conhecimento, você mesmo é o causador dor na sua coluna!
  • Por que tomar dezenas de medicações para dor se o problema é uma compressão do disco na raiz do nervo? (fig. 1);
  • Receba o tratamento adequado do especialista em descompressão do nervo e as orientações de reeducação da postura durante o trabalho e cotidiano, principalmente a maneira correta se sentar com auxílio de instrumentos que auxiliam a diminuição da pressão do disco na coluna. Receba também as informações corretas da forma correta de dormir. Dormir de lado com travesseiros entre joelhos é um dos grandes mitos sobre Dor de coluna e ciático. Lembre-se que você passa maior tempo do dia sentado e 1/3 da vida dormindo! Continue lendo em no texto abaixo sobre: Dúvidas frequentes sobre dor ciática e hérnia de disco.

Aprenda e pratique diariamente a terapia mecânica da coluna! Aprenda o auto tratamento da Hérnia de Disco Cervical Lombar e Ciática.

DÚVIDAS FREQUÊNTES SOBRE DOR CIÁTICA E HÉRNIA DE DISCO

1. Qual o melhor método de tratamento? Existe?

RESPOSTA: Existe sim!!!! Chega de sofrer e tomar remédios, pois a solução é desencostar o conteúdo que extravasou do disco para o seu devido lugar, aliviando a pressão no nervo! E cientificamente Terapia Mecânica da Coluna é capaz de fazer, pois vai na causa e não na consequência!!! A melhor técnica é aquela que tira a dor do paciente em 1 ou 2 sessões, e o terapeuta ensina o paciente a resolver e eliminar sua dor em casa, no trabalho, pré e pós prática esportiva, etc. Na minha opinião, o paciente não pode ser dependente de profissionais (fisioterapeutas, médicos, quiropraxistas, osteopatas e massagistas) para alívio da sua dor e sim saber resolver qualquer crise de dor, realizando o auto tratamento da coluna (terapia mecânica dos discos da coluna). Lembrem-se, você DEVE dominar sua coluna e não o inverso!

2. Dormir de lado com o travesseiro entre os joelhos é a postura ideal para dormir? Será mesmo?

Grande mito que dormir assim é melhor para todos os pacientes com dor ciática e coluna

RESPOSTA: Esta posição é ideal para apenas 30% dos pacientes. Porque? Se esta é a melhor posição, o porquê que eu acordo pior comparado ao dia inteiro? Parece que a coluna está travada e minha dor ciática piorou comparado ao dormir do dia anterior. Dependendo da localização e movimento diagnosticado na avaliação o paciente poderá e ou mesmo DEVERÁ dormir de barriga para baixo. Ou seja, contradizendo 99% do que se vê descrito na internet. Então, não há receita de bolo e sim um bom diagnóstico e boas orientações. Isto também não é minha opinião sim o que está descrito na literatura claramente na literatura publicada de boas revistas da área da saúde. Este é um dos grandes erros dos profissionais da área de coluna, ou seja, identificar as reais causas da lesão, área e direção de tratamento.

3. A mesa de tração e descompressão da coluna descomprime meu nervo? Mitos e Verdades

RESPOSTA: Não!!! Mecanicamente, nosso disco intervertebral foi feito para sustentar o peso do nosso corpo, ou seja, receber cargas axiais (de cima para baixo). Veja o vídeo abaixo e observe o que acontece assim que ficamos em pé pós tração da coluna lombar (hérnia de disco lombar e ciática) ou da coluna cervical (hérnia de disco cervical).

Nota: Então, a técnica correta seria reposicionar o conteúdo extravasado para seu devido lugar e treinar o paciente a manter o disco bem posicionado!!!

E o que nós estudiosos desconfiávamos foi confirmado por estudo recente (com mais 2000 pacientes com dor lombar aguda, sub-aguda ou crônica) publicado pela “Cochrane Collaboration” (www.cochrane.org), centro de referência mundial em pesquisa clínica, independente e sem fins lucrativos.

Conclusões do estudo: A tração da mesa de descompressão em pacientes com dor de coluna comparado às técnicas convencionais são:

- Nenhuma diferença da tração da mesa de descompressão utilizada de forma única na sessão comparado ao placebo (falsa tração) ou sem aqueles que não receberam nenhum tratamento.

- Evidência limitada que a tração é melhor do que o tratamento convencional padrão da fisioterapia.

- A mesa de descompressão não é eficaz para pacientes com histórico de dor de coluna e dor ciática.

Referência Bibliográfica: 1. www.cochrane.org;

4. Porque que os alongamentos que aprendi não me fazem bem?

RESPOSTA:Saiba você caro leitor que este alongamento clássico que aprendemos está indicado apenas para 15% dos pacientes com problemas de hérnia de disco e dor ciática!!! E outo dado interessante, além de não ajudar os 85% dos pacientes, este movimento pode aumentar a compressão na raiz do nervo ciático.

Então, o profissional deve saber que tipo e qual a localização da lesão do disco para que se possa fazer os movimentos adequados de reposicionamento do conteúdo extravasado do disco.

5. Exercícios de abdominal e manter abdômen forte é garantia de melhora dos sintomas em casos de dor lombar e ciático?

RESPOSTA:Com certeza não!!!! Estudos científicos importantes na área médica e fisioterápica não têm mostrado bons resultados. Isto justifica e esclarece o conceito que foi ensinado pelo seu médico e fisioterapeuta: “Vamos manter o abdômen forte para dar sustentação para sua coluna”.

Ainda digo mais, além de não ajudar pode comprimir ainda mais seu nervo!!!!

Veja o vídeo abaixo demonstrando o que acontece quando dobramos a coluna para frente (ex: abdominal). Em 75% dos casos, o paciente apresenta lesão posterior do disco e quando fazemos força neste sentido do abdominal as coisas podem piorar.

6. Quem pode fazer este tratamento? Tem limites de idade ou lesão?

RESPOSTA:Este tratamento pode aplicado a todas as idades, dos adolescentes, adultos, idosos e atletas de todas as idades.

7. Meus médicos indicaram cirurgia, o que faço?

RESPOSTA: Em primeiro lugar, calma!

Lembre-se que 80-90% da população tem problemas na coluna e apenas 3-5% são cirúrgicos.

Trocando em miúdos... você tem 95% de chance de não precisar operar, basta você fazer um bom tratamento rápido de descompressão da raiz (terapia mecânica).

Saiba que muitas vezes a fisioterapia convencional, quiropraxia, massagem e outros não resolvem os casos mais complexos de dor de coluna!

8. É correto repousar mais que uma semana após uma crise de hérnia de disco?


Não, definitivamente não!

Estudos mostram que pacientes que ficaram mais de 10 dias em repouso absoluto, cama, não obtiveram resultados satisfatório e os pesquisadores observaram alto índice de afastamento do trabalho e depressão devido às dores recorrentes.

Ou seja, não percam tempo ficando totalmente parados, ligue e realize tratamento do disco o mais rápido possível.

9. Por que tomo remédio, mas minha dor não melhora?

RESPOSTA: Por que sua dor não é inflamatória e sim por compressão do disco na raiz do nervo.
Caso você não faça um tratamento específico (terapia mecânica do disco), sua dor será mensal e cada vez mais intensa e frequente.

10. Alongamento que meu médico indicou está correto?

Nós não recomendamos alongamentos quando há dor na coluna, principalmente se você tiver dor irradiada para glúteo e perna ou para o braço. É proibido alongamento com dores de nervo associada!

Já o foi comprovado que alongamento não previne e não trata lesões, principalmente coluna. Não se surpreenda com esta afirmação, há muitas evidências científicas apoiando.

Você deve estar me perguntando...Mas e lá na empresa, a ginástica laboral? Eu respondo... pois é, muitas condutas devem ser revistas! O bloqueio no movimento é decorrente de alterações mecânicas no movimento e não encurtamento muscular. Outros estudos mostraram que pessoas que não tem dor na coluna também têm muito encurtamento muscular, ou seja, é um achado comum na sociedade moderna que fica o dia inteiro sentada na frente do computador.

11. Devo parar de praticar esportes porque tenho diagnóstico de hérnia de disco?

RESPOSTA: Nunca!

A técnica de reposicionamento do disco da coluna (terapia mecânica), muitas vezes alivia 100% das dores em 2 sessões e o paciente é orientado em relação aos cuidados e exercícios domiciliares e retorna ao esporte em 1 semana.

12. Mesmo após a minha crise de dor passar, sinto que perdi movimentos, estou travado!

Esta é uma queixa comum dos pacientes que se automedicaram e houve a autor resolução da dor. Este “travamento” é uma das principais causas de dor recorrente na coluna. Algo não está correto, não é? Então, o tratamento para recuperar a mobilidade da coluna (destravar) se faz necessário o mais rápido possível, pois a mesma está pronta para travar novamente.

13. Os aparelhos de ultrassom, TENS, ondas curtas da fisioterapia são eficazes no tratamento da dor crônica de coluna?

RESPOSTA: Não!

Estudos demonstram pouca eficácia destes procedimentos em portadores de dor crônica na coluna. Ao contrário, evidências fortes sobre a terapia mecânica do disco.

14. Calor ou frio na dor das costas e pescoço?

Sempre calor.

Para qualquer dor de coluna utilize o calor, pois alivia as contraturas musculares e consequentemente a dor.

Portanto, não sofra de dor crônica de coluna! Ligue, esclareça dúvidas com o Dr. Eduardo Magalhães e agenda uma avaliação. (11) 5539-1770

Dr. Eduardo Magalhães 2017 © - Todos os direitos reservados
Top Web Sites